Trick or treat: cinco curiosidades sobre o Halloween que você não sabia

Há quem diga que é bruxaria, mas data é a segunda maior comemoração dos Estados Unidos

https://revistaevoke.com.br/wp-content/uploads/2017/09/revista-evoke-avatar.png
Revista Evoke
Cultura, Entretenimento
29/10/20 15:42

O Halloween, celebrado na noite do dia 31 de outubro, é uma data rica e movimentada culturalmente nos Estados Unidos e Europa. Mas também se estendeu ao redor do mundo. Nele é comemorado o Samhain, festival de origem celta que marca o final da temporada de colheita.

Acreditava-se que nesta época, a fronteira entre o mundo espiritual e o mundo físico ficava mais fina, fazendo com que espíritos viessem a terra. Por isso, as pessoas ao comemorar, usavam fantasias para espantar e amedrontar qualquer mal. Hoje a comemoração, tem mais um caráter cultural do que religioso.

Em termos de doces ou travessuras, bordão típico utilizado pelas crianças para ir atrás dos doces, os EUA ganham de largada. Movimentando quase 6,9 bilhões de dólares para as fantasias, festas e doces. Até os pets entram na onda das fantasias.

 

Foto: Freepik

 

Aqui no Brasil é comemorado o dia do Saci para fomentar a cultura brasileira. Mas mesmo assim, as escolas de idiomas fazem suas tradicionais campanhas e festas.

Para trazer um pouco da cultura norte-americana para o país, Leiza Oliveira, CEO da Minds English School acredita que a comemoração é essencial. “Queremos que os alunos tenham a imersão na cultura, então celebrar a data é mais que obrigatório. O mês de outubro sempre empolga todos os teacher’s (professores) pelo brasil.” Como este ano as aulas estão sendo remotas, a ideia é quem não tiver fantasia, baixar o aplicativo snap cam, que contém várias transformações de arrepiar para os alunos interagirem nas aulas” explica a Leiza.

Pensando nessa comemoração, a equipe da Minds English School separou cinco curiosidades do dia das bruxas que você ainda não sabe. Confira:

 

O verdadeiro significado

A palavra Halloween é o “fast mode” (abreviação) da expressão “All Hallows’ Eve”, que significa “noite de todos os santos”. A grafia correta seria Hallowe’en, mas já se popularizou tanto escrever Halloween, que a forma correta se tornou estranha.

 

Jack O’Lantern

Você já deve ter reparado nas abóboras decoradas que são símbolo dessa data. Elas surgiram a partir da lenda irlandesa do Jack O’Lantern: Jack era um alcoólatra, que vivia importunando as pessoas. Em um 31 de outubro, ele bebeu tanto que faleceu, indo se encontrar com o Diabo. Nesse encontro ele teria conseguido trapacear e ganhar do seu inquisidor, e pode viver mais três anos.

Quando ele morreu não pode ir para o céu por causa da sua vida de exageros, e o Diabo ressentido, mandou ele vagar pela escuridão com apenas uma chama. Jack O’Lantern, então esculpiu um nabo e colocou a chama lá dentro. Assim todos os anos no Halloween ele vem para importunar os vivos. Mas quem tiver uma abóbora em seu quintal não sofrerá nenhum tipo de infortúnio.

 

Foto: Freepik

 

“Trick or treat”

Essa é a expressão mais utilizada pelas crianças, que vão de porta em porta pedir doces, e se lhes forem negados existem as travessuras. Esse costume também vem das religiões celtas, que após a colheita, pediam para as crianças colherem provisões em nome da Deusa Muck Olla. E quem não contribuísse, sofria com travessuras de espíritos brincalhões. Hoje essa prática é tão levada a sério, nos EUA, que existem estados que limitam a participação para  até 12 anos. Para os que têm acima dessa idade fica proibido pedir doces sob multa de até 1.000 dólares.

 

Por falar em doces

Nesse dia os americanos chegam a consumir cerca de 2 kgs de doces, e as crianças consomem 7.000 calorias. São gastos ao todo 2,8 bilhões de reais com os mimos para serem distribuídos. É tradicional fazerem caça aos tesouros com muitos doces pelo caminho e competições de melhores fantasias, ou quem conseguiu coletar mais guloseimas.

 

Ver uma bruxa à meia noite

Dentre as várias histórias de terror que existem e que mexem com o imaginário das crianças, existe a tradicional bruxa da meia noite. Segundo a lenda, se você usar suas roupas ao contrário e andar de trás para frente na noite de Halloween, à meia noite você conseguirá ver uma bruxa de verdade. E, aí? Topa?

 

 

 

Revista Evoke

Acompanhe todas as novidades pelo instagram.