Semana de moda: fotógrafo faz protesto pelas ruas de Milão

"Quero chamar a atenção da indústria da moda, modelos não são cabides", declara Glauber Bassi

https://revistaevoke.com.br/wp-content/uploads/2017/07/2017-11-03-10.30.37.png
Janaina Megda
Lifestyle, Moda
26/02/20 16:09

A temporada de inverno 2020 da semana de moda de Milão passou nesta semana de carnaval e revelou surpresas aos participantes do evento. Em tom de protesto contra a magreza de modelos investida nas passarelas, o fotógrafo Glauber Bassi, parou o trânsito clicando modelos esbeltas enroladas em centenas de fitas com a frase “frágil” e segurando cabides simbolizando a ditadura da magreza na moda.

Na declaração do fotógrafo, ele enfatizou que o seu objetivo é chamar a atenção do evento sobre os limites da magreza excessiva nos desfiles. “A cultura de que a roupa fica melhor na mulher magra e alta deve ser extinta, as pessoas passaram a interpretar a magreza como sinônimo de beleza e isso está errado”, disse Glauber.

“E entre as modelos esse sentimento é muito comum. Meninas magras que se alimentam mal para caberem nas roupas é o que mais se encontra nos bastidores por aí”, completou.

As fotos foram realizadas nas ruas de Milão, próximo ao local do evento. “Quero chamar a atenção da indústria da moda, modelos não são cabides”.

A Milan Fashion Week 2020 terminou dia 24 de fevereiro.

 

Foto: Glauber Bassi | CO Assessoria

 

Foto: Glauber Bassi | CO Assessoria

 

 

Revista Evoke

Acompanhe todas as novidades pelo instagram.