Saiba como se preparar para comprar na Black Friday

4 dicas de como se preparar para a sexta mais esperada do varejo

Revista Evoke
Economia, Notícias
21/11/17 12:09

Com o avanço do ­e-commerce, a quantia de clientes que aproveitam a Black Friday para adquirir produtos das mais diversas categorias por valores abaixo do normal também cresce. Entretanto, o consumidor precisa se planejar e se preparar para a data tanto quanto os lojistas. Para o evento, que começa à 0h do dia 24 de novembro e tem duração de 24 horas, o consumidor precisa estar com o planejamento pronto e conhecer como funcionam os grandes players para aproveitar as compras sem armadilhas. Seguindo essas quatro dicas simples a seguir, é certo que a Black Friday pode ser usufruída ao máximo.

1. Black Fraude? Não, obrigado

Para garantir não só a melhor oferta mas uma promoção real, é fundamental buscar por lojas que possuam um bom histórico e reputação. Para isso, vale utilizar sites de reclamação e verificar também os que se comprometem a passar ofertas condizentes com a realidade. Além disso, é fundamental acompanhar o histórico do preço do produto para ter certeza que a promoção é efetiva e que o comércio eletrônico não está praticando a “metade do dobro”.

2. Atualize o seu cadastro

Seja por meio do aplicativo da loja ou do site oficial, é fundamental estar com o cadastro atualizado. Assim, quando os estabelecimentos efetuarem o disparo de promoções por serviço de mensagens curtas (SMS), e-mail marketing ou notificação por push, é garantido que você irá receber e, portanto, terá todas as ofertas em primeira mão.

3. Marketplaces? Vale a pena conferir

Diversos dos grandes players do mercado atuam como marketplaces, ou seja, como shoppings centers virtuais. Normalmente, as políticas de venda para os lojistas menores que vendem por meio desses canais são individuais. Com isso, a centralizadora não pode sinalizar se os produtos possuem descontos ou não. Para ter certeza que está fazendo um bom negócio, é importante realizar uma análise, comparando os preços dos varejistas pequenos com os praticados pelos grandes e-commerces, que indicam quais são os produtos que estão com desconto e qual a porcentagem do mesmo.

4. Produto reservado? Só com pedido confirmado!

Na maioria das lojas virtuais e marketplaces, o ato de adicionar o produto ao carrinho não garante a reserva. Para ter certeza que o item está retido, é necessário gerar o número do pedido, ou seja, é preciso pagar via cartão de crédito ou gerar o boleto bancário, se as lojas utilizarem essa forma de pagamento. Assim, é garantido que a sua compra estará guardada enquanto o pagamento é confirmado!

 

 

Revista Evoke

Acompanhe nosso instagram e veja no stories às novidades.