Prática regular de exercícios pode influenciar na qualidade de vida

Especialista explica como fazer atividade física de forma correta e outros benefícios para o corpo e mente

https://revistaevoke.com.br/wp-content/uploads/2017/09/revista-evoke-avatar.png
Revista Evoke
Bem Estar, Fitness
26/05/20 16:11

Muito se fala sobre a importância da prática regular de atividade física, ainda mais em tempos de pandemia. Neste momento, especialistas ressaltam a necessidade de não ficar parado, visto que a obesidade e doenças como a diabetes e a pressão alta são agravantes da covid-19.

Naim Carlos, personal trainer e especialista em emagrecimento e qualidade de vida, da academia Evolve Gymbox, comenta que o exercício é fundamental para um envelhecimento saudável. Já que a atividade traz inúmeros benefícios à saúde, como: melhora da composição corporal, do humor, da disposição e do condicionamento cardiovascular; aumento da massa muscular e da força; desenvolve flexibilidade, coordenação e equilíbrio; atua na diminuição da ansiedade, insônia, estresse, depressão e melhora até a qualidade do sono.

“Nos últimos anos, diversas pesquisas apontam a força muscular e aptidão cardiorrespiratória como importantes marcadores de saúde, pois reduzem o risco de mortalidade por diversas causas, levando assim o indivíduo a uma vida mais longa”, acrescenta.

 

Foto: Divulgação

 

E quando falamos de longevidade, é necessário compreender que a forma como se chega nesses anos de vida é importante. “Ninguém quer chegar a 90 anos passando os últimos 15 em cima de uma cama ou diretamente dependente para realizar tarefas diárias como escovar os dentes, comer, tomar banho”, exemplifica Naim. Ele acrescenta que a partir dos 40 anos há uma diminuição do tecido muscular e, que depois dos 60 anos, a perda é ainda mais acelerada.

“O músculo é um importante órgão endócrino: libera miocinas que contribuem para um melhor funcionamento de diversos órgãos, e ainda é responsável pela locomoção e dá sustentação e preenchimento a pele e se você perder tecido muscular, podemos afirmar que está perdendo saúde” explica o especialista.

 

Atenção!

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda pelo menos 150 minutos de atividade física aeróbica por semana de intensidade moderada, podendo ser 5x por semana – 30 minutos por dia ou pelo menos 75 minutos de atividade vigorosa.

Ainda conforme a entidade, a atividade física se torna ainda mais crucial para o envelhecimento, pois ajuda a manter uma boa saúde mental, já que influencia também a melhora da autoestima e colabora para a socialização. Além disso, contribui para reduzir significativamente os riscos de doenças cardíacas, diabetes, hipertensão, entre outras.

“Manter-se ativo fisicamente é questão de saúde e consequentemente qualidade de vida, nosso corpo foi desenvolvido para se movimentar, pois quanto mais nos movimentamos, mais saúde temos. Então, MEXA-SE”, finaliza.

 

 

 

Revista Evoke

Acompanhe todas as novidades pelo instagram.