Lugares imperdíveis para os amantes do café

Para celebrar o Dia Internacional do Café, 14/04, confira alguns países mais renomados na arte desse líquido tão requisitado em todo o mundo

https://revistaevoke.com.br/wp-content/uploads/2017/09/revista-evoke-avatar.png
Revista Evoke
Gastronomia, Lifestyle
11/04/19 16:14

De acordo com dados do USDA  (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), só em 2018, o consumo mundial de café alcançou a marca de 158,6 milhões de sacas, e os brasileiros ocupam o terceiro lugar no ranking de países que mais consomem a bebida. Para celebrar o Dia Internacional do Café, 14 de abril,  a Fanato, operadora de turismo especializa experiências incríveis, preparou um roteiro especialmente para os amantes da “sagrada” bebida.

 

Brasil

Claro que o nosso café não poderia ficar de fora dessa lista. O produto que impulsionou a economia, e até mesmo a política, durante séculos, e que está sempre presente na vida, e na mesa, do brasileiro é classificado em 3 categorias: o extraforte, o tradicional e o forte, que recebem características distintas de acordo com o perfil de torra do grão.

Colômbia

O café colombiano é famoso por ser um dos melhores que existe no mundo. Sua colheita é feita manualmente e só utiliza-se apenas melhores grãos para a fabricação do café. Os grãos têm, geralmente, um aroma frutado, doce e com algum toque cítrico, e até mesmo notas de coco – alguns dizem que esse café é também conhecido como um dos mais agradáveis e macios na boca.

Itália

A bebida faz parte da identidade cultural do país, e se mistura com as demais características das regiões para dar origem a variações a como Cappuccinos e Mocaccinos, hoje facilmente encontradas em qualquer lugar do mundo. Ou seja! São excelentes experts na arte de preparar a bebida.

Quênia

O café é tido como um símbolo do país e existem até visitas temáticas para turistas que buscam conhecer mais da bebida ao visitar o país. Ele é produzido em uma região montanhosa, de solo vulcânico. E cerca de 2/3 do café queniano são produzidos por pequenos produtores, que se reúnem em cooperativas que permitem beneficiar e comercializar o grão. Além do solo, o clima da região montanhosa do Quênia, mais ameno e com sol forte, influencia na produção de um café extremamente saboroso.

Havana, Cuba

O expresso cubano é uma bebida típica do país e surgiu depois da importação das primeiras máquinas de café italianas. Ao sabor forte do café, os cubanos acrescentam a doçura do açúcar amarelo, adicionado à bebida no meio do processo de infusão. Outra opção é o “Café com Leche”, mistura de café com leite condensado.