Dilsinho sobre o novo DVD: “com certeza esse é o meu ‘filho’ mais querido até agora”

"Open House" foi o primeiro DVD em que ele esteve à frente de todo o projeto

Tatiane Souza
Entretenimento, Música
27/08/20 19:06

Foto: Rodolfo Magalhães 

 

Dilson Scher, mais conhecido pelo nome artístico Dilsinho, é um dos maiores cantores de pagode da atualidade. Há pouco tempo alcançou números históricos em sua carreira: ultrapassou a marca de 3 bilhões de visualizações em seus clipes no Youtube e conta com mais de 7 milhões de ouvintes mensais no Spotify, o que rendeu o Top 3 dos artistas brasileiros mais ouvidos na plataforma.

Desde março, semanalmente, Dilsinho tem divulgado partes de Open House, que foi gravado em Recife/PE, no final de 2019. No começo deste mês o projeto foi lançado na integra no You Tube.

Sem fazer show desde o começo da pandemia do novo coronavírus, agora ele se prepara para voltar aos palcos com a estréia da turnê Open House em seu primeiro show drive-in. O artista está no line-up do Drive Show, com apresentação marcada para 29 de agosto,  no estacionamento do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, no Eixo Monumental.

Em entrevista exclusiva a Revista Evoke, ele conta mais sobre o novo DVD, como tem lidado com este período e muito mais. Confira:

 

Revista Evoke: O DVD Open House tem participações de Thiaguinho, Henrique & Juliano, Atitude 67 e Marco. Teve algum motivo especial a escolha desses artistas?

Dilsinho: Eu sou fã do Thiaguinho desde que comecei a cantar pagode e foi emocionante para mim ter o astral dele dividindo uma música pela primeira vez. A dupla Henrique e Juliano tem uma maneira de falar de amor que eu me identifico muito e achamos uma música que, tanto eu quanto eles, nos identificamos demais, o público está curtindo muito nos ver juntos. E os caras do Atitude 67 sem palavras, só admiração por eles e pelo trabalho lindo que tem feito. O Marco é um grande parceiro, ele que compôs a ‘Onze e Pouquinho’ e está aqui comigo para somar.

 

Revista Evoke: Open House foi o primeiro DVD que você esteve à frente de todo o projeto. Como foi participar de cada detalhe? Gostou do resultado?

Dilsinho: Com certeza esse é o meu ‘filho’ mais querido até agora. Cuidei dele desde a concepção da ideia até a edição final do DVD. Quis ficar por dentro de tudo, escolhi cada detalhe, figurino, cada arranjo junto da minha equipe. Opinei em tudo, literalmente. Sempre fui muito grato por tudo que vivi e experimentei na minha carreira. Fui muito bem recebido em todos os lugares por onde passei, e no Open House encontrei a minha maneira de poder ‘abrir as portas da minha casa’ e receber todo mundo. Esse projeto tem muito de mim e fala muito da pessoa que eu sou. Ele é realmente especial pra mim.

 

Foto: Rodolfo Magalhães

 

Revista Evoke: O mundo está passando por um momento muito difícil. Como você tem lidado com isso?

Dilsinho: Tenho aproveitado esse tempo para curtir minha casa, minha família, coisa que não conseguiria se estivesse com minha agenda de shows rolando normalmente. Aproveitei pra tirar um tempo pra mim, me cuidar também. Ler, estudar, gravar, compor, tocar e praticar instrumentos.

 

Revista Evoke: Qual artista você gostaria de gravar uma música? Por quê?

Dilsinho: Já gravei com tanta gente legal que eu nunca imaginaria um dia conseguir. Tenho ainda uma lista de pessoas com quem eu gostaria de trabalhar um dia. Tanto artistas nacionais quanto internacionais. Um pra destacar seria o Fábio Júnior, que sou muito fã.

 

Revista Evoke: O que toca na sua playlist?

Dilsinho: Sou bastante eclético, ouço de tudo. E acho que depende muito do meu humor no dia pra saber o que eu irei ouvir ou não. Mas, claro, que o samba e o pagode tem grande parte do meu coração, são minha escola.

 

Revista Evoke: Tem algum festival que você gostaria de cantar e ainda não teve oportunidade?

Dilsinho: Tenho vontade de viver a emoção do Rock in Rio de alguma forma.

 

Foto: Rodolfo Magalhães

 

Revista Evoke: Quais são os planos para o futuro?

Dilsinho: Sou uma pessoa que não gosta muito de planejamento a longo prazo. Gosto de viver intensamente o presente. Por enquanto, meus planos são continuar com a divulgação do meu DVD, tentando levar meu trabalho até onde eu puder. Estou também ansioso para retornar aos palcos nesse fim de semana no meu primeiro show drive-in, estreando a turnê do ‘Open House’. Tenho certeza que será inesquecível.

 

Revista Evoke: Para finalizar, qual mensagem você deixa para quem está iniciando a carreira e tem você como inspiração?

Dilsinho: Uma coisa que eu sempre disse pra mim  e acho que é um dos principais mantras é: ‘nunca desista dos seus sonhos, você é capaz de tudo’. Persista, estude, batalhe, trabalhe bastante, se esforce que a recompensa vem. Ela sempre vem, tenha fé.

 

 

 

Revista Evoke

Acompanhe todas as novidades pelo instagram.