Desfile vira caso de polícia

A La Garçonne desfila nova coleção que deveria ser um sucesso, mas que terminou com final polêmico

https://revistaevoke.com.br/wp-content/uploads/2017/07/2017-11-03-10.30.37.png
Janaina Megda
Lifestyle, Moda
14/08/18 19:30

Tendo como cenário um dos cartões postais mais conhecidos do Brasil, o MASP, a À La Garçonne prometia fazer um desfile memorável nesta última 3a feira ,dia 13. Tendo como estilista Alexandre Herchcovitch e diretor criativo Fábio Souza, isso era tido como certo, também pelas fortes parcerias com as marcas Melissa, Hering e Dickies.

As coleções da marca não são mais separadas por estação e sim numeradas. Esta foi a 02-2018, com Drácula, Frankenstein e Múmia. Era possível ver muito preto aparecendo em vestidos de tule, camisetas de tiragem limitada, peças customizadas e jeans. Um streetwear de luxo, que Alexandre já faz há muito tempo.

Porém, uma escolha que deveria ser bacana pela diversidade, parece ter sido a escolha errada: pessoas fora do padrão, escalados por Fábio em diversas cidades e lugares.

Ao final do desfile, fiscais do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de São Paulo (Sated), que cobrava os contratos de trabalho e recibos de pagamentos dos representantes da marca, mas como não foram recebidos, chamaram a polícia. O desfile virou um verdadeiro constrangimento.

A advogada da marca Bruna Lins, respondeu à Folha de SP não haver infração por parte da marca, uma vez que os modelos receberam pagamento e os não modelos não exercem a profissão e foram convidadas.

Ficam as perguntas: se nesse desfile a Sated cobrou documentos e recibos, ela deveria cobrar também contratos especiais quando marcas trouxerem digital influencers, atores, cantores, socialites e pessoas comuns para seus lançamentos?

Para desfilar, só podem modelos profissionais? Para atuar, só atores profissionais? Para cantar só cantores profissionais? Para escrever matérias e artigos, só jornalistas?

Numa era digital em que todo mundo virou coach, consultor, especialista e midiático, vai ter que aumentar e muito o contingente  de fiscais e polícia! Instagram, se prepare (risos).

 

 

Foto: Marcus Leoni/Folhapress

Revista Evoke

Acompanhe todas as novidades pelo instagram.