Explore o quadradinho

Brasília é um patrimônio cultural da humanidade, um verdadeiro monumento a céu aberto

Amanda Pessoa
Cultura, Entretenimento, Turismo
21/07/17 16:07

Considerada por alguns uma cidade tediosa, fala-se muito que em Brasília não há nada para fazer. Mas Brasília é uma cidade que nasceu à frente do seu tempo. Patrimônio cultural da humanidade, um verdadeiro monumento a céu aberto. Com beleza arquitetônica que encanta os olhos. Viajar é o jeito encontrado por muitos para escapar desse “tédio”. De acordo com uma pesquisa do Ministério do Turismo, o percentual de brasilienses que deseja viajar está mais de dez pontos acima da média nacional. A Evoke quer quebrar esse mito, nadar contra a maré e buscou alternativas de lazer para quem vai ficar no quadrado nestas férias. O resultado foi uma gama de opções, para todos os gostos. Se antes a cidade era conhecida por pouca opção, isso é coisa do passado.

 

Para o alto

Quem tem a intenção de viver uma pratica esportiva diferente e fugir da mesmice, uma boa opção é procurar a escalada. Em Brasília existem academias que mantêm um local de treino apropriado e que são uma boa opção de lazer. Espaços que são verdadeiros pontos de encontro. Para quem fica na cidade, o esporte é uma opção para manter a forma e experimentar algo novo.

Lucas Scalco, coordenador da UBT Escalada, fala que, no período de férias, o movimento aumenta e muitas pessoas que visitam os lugares pela primeira vez. “Sempre vem alguém que acaba falando ‘pô nem conhecia isso aqui, que legal!’”, exclama. A academia atende o público adulto e infantil, com aulas em que se pode conhecer mais sobre a prática do esporte, como ele surgiu e os níveis de dificuldade.

Foto: Quitandoca Fotografia

Surfista do lago

“Mas pra quê que eu quero o mar, se eu tenho o lago só pra mim?”, já diz a música Surfista do Lago, do Natiruts. E cada vez mais brasilienses têm levado isso ao pé da letra e lotado o Lago Paranoá. Mas, na falta de ondas, o surf é trocado pelo stand up paddle (SUP). A modalidade tem um número de adeptos crescente. Deuza Lopes, sócia do Clube do Vento, afirma que chega a receber mais de 250 praticantes no dia. Para ela o sucesso do SUP ocorre por ser uma prática democrática que atende desde crianças a idosos. “Você pode fazer com sua família, seus amigos ou seu namorado. Cada um rema no seu ritmo, para, pega sol, deita. É uma atividade desestressante”.

Foto: João Américo

 

Viver muitas Brasílias

Experimentar o estilo de vida autêntico de quem vive numa cidade com asas. Conhecer sua arte, simetria, eixos, superquadras, pilotis, azulejos e cobogós. Essa é a ideia do Experimente Brasília, projeto criado para explorar espaços fantásticos e pouco visitados da capital. “Nossa ideia é proporcionar aos brasilienses a versão de como é ser turista em sua própria cidade. Tem sempre bons passeios e programas que são uma delícia. E as experiências dão essa cara de que estão fazendo uma coisa diferente. Para quem vem de fora é a oportunidade de conhecer uma Brasília única, diferente daquela mostrada na televisão”, ressalta Patricia Herzog, diretoria criativa da empresa.

Sob o comando de anfitriões locais, durante as experiências você conhece lugares icônicos da cidade pedalando no Bike Tour em uma bicicleta original de Brasília, a nuvenzinha. Caminhando pela superquadra modelo, no Superquadra Experience. Vivendo uma experiência paradisíaca nas águas do Lago Paranoá, no Lago Sunset Experience. E ainda nos arredores da capital, viver a sensação mágica de sobrevoar a Chapada dos Veadeiros em um balão.

Foto: PATRICK GROSNER

Serviço:

Experimente Brasília

www.experimentebrasilia.com.br.

Mais informações pelo número 3272-3780.

UBT Escalada

Ligar 3223-2450 ou 8175-1033.

Clube do Vento

Informações pelos números 8124-8596 ou 3532-5009.

 

Amanda Pessoa