A natação e o desenvolvimento dos bebês

Além de ajudar no desenvolvimento físico e motor, a prática previne algumas doenças respiratórias

Revista Evoke
Entretenimento, Kids
27/02/18 15:21

Alguns pais demonstram receio quando o assunto é colocar os bebês para praticar natação. Porém, as aulas fazem bem para os pequenos e são essenciais para o seu desenvolvimento. A prática contribui na melhora da coordenação motora, no desenvolvimento motor, na qualidade do sono, na prevenção de algumas doenças respiratórias e no crescimento saudável, tanto mental como físico.

A natação é recomendada a partir dos seis meses de vida, quando as principais vacinas já foram tomadas e o ouvido do neném já está formado, evitando assim que o contato com a água possa causar algum dano ao sistema auditivo, que é bastante sensível. O preparador físico, Deivisson Tiba, da academia Acuas Fitness, sugere que os pais estimulem essas atividades, favoráveis à saúde dos bebês. “É benéfico, pelo fato de melhorar a sua coordenação, o seu equilíbrio e a sua força muscular. Os pequenos relaxam, ganham apetite e dormem melhor”, detalha o profissional.

Os bebês são adaptados ao meio líquido desde a barriga da mãe, na placenta, e isso contribui para seu aprendizado na piscina. Mas, o preparador físico afirma que existem alguns cuidados a serem tomados durante o contato aquático. “Não deixar engolir água, orientar os pais de como segurar os bebês e não mergulhá-los de qualquer jeito”. As aulas ocorrem na academia sob o acompanhamento de profissionais altamente capacitados para supervisionar as atividades e favorecer o prazer dos nenéns.

 

 

Revista Evoke

Acompanhe nosso instagram e veja no stories as novidades.