17 alimentos que ajudam a desintoxicar o corpo

Quer se sentir mais leve e cheia de energia? Confira alimentos que vão te ajudar nessa missão

Revista Evoke
Bem Estar, Nutrição
09/01/18 16:57

Festas de fim de ano sempre são recheadas de comidas ricas em gorduras. Quando chega no início do ano muita gente quer voltar a forma que estava antes de iniciar as comemorações. Pensando nisso, buscamos algumas dicas de alimentos que podem ajudar nessa missão.

Conversamos com a nutricionista Camila Cardinelli, clínica de medicina esportiva M. Albuquerque, listou alguns alimentos que podem te ajudar a fazer uma faxina no seu organismo. “A inclusão desses alimentos auxiliam diretamente nesse processo. Alimentos que atuam no processo digestório, no melhor funcionamento hepático, imunológico, e com propriedades anti-inflamatórias, anticancerígenas são inseridos para combater os radicais livres e fazem com que o organismo volte ao equilíbrio”, conta Camila.

Confira os alimentos:

Alcachofra: Ajuda no funcionamento do fígado e aumenta a produção de bile no fígado, para facilitar na digestão dos alimentos.

Aspargos: É um alimento antioxidante, com função anti-aging (combate ao envelhecimento), anticancerígeno e anti-inflamatório.

Água: Essencial para a eliminação das toxinas do corpo e hidratação.

Alho: Atua aumentando as defesas do sistema imune.

Aminoácidos: L- acetilcisteína e metionina tem ação direta no sistema hepático e potencializam a desintoxicação.

Beterraba: Ajuda na eliminação de toxinas do organismo, no combate ao excesso de radicais livres, e consequentemente desempenhando ação anticancerígena.

Brócolis: Potente antioxidante, ele atua diretamente nas enzimas do organismo e facilita a eliminação de toxinas.

Chá Verde: Muito rico em antioxidantes. É um alimento muito efetivo no combate aos radicais livres, além de ser capaz de silenciar diversos tipos de câncer e acelerar o metabolismo.

Couve: Melhora o funcionamento dos rins. É rica em muitos antioxidantes e tem propriedades anti-inflamatórias.

Capim-Limão: Tem ação no melhor funcionamento do fígado, rins e no trato digestivo. Melhora a circulação e digestão.

Dente-de-leão: Planta que desobstrui as vias biliares. O chá de dente-de-leão facilita o fluxo do suco biliar, que atua na digestão das gorduras. A planta é utilizada para prevenir hepatite e auxilia na recuperação da inflamação do fígado.

Erva de Trigo: Com propriedades alcalinas, ele auxilia na saúde do fígado e controla os níveis de açúcar no sangue.

Gengibre: Ajuda na função hepática, e tem propriedades adstringentes.

Gema de ovo: Contém colina, vitamina fundamental no processo de desintoxicação.

Limão: Com propriedades alcalinas e digestórias, o alimento não pode ficar de fora de uma dieta detox.

Maçã: Possui alta ação adstringente, ativa a liberação da bílis e elimina toxinas.

Repolho: Ajuda na redução do colesterol e no melhor funcionamento do intestino, atuando portanto no processo de eliminação de toxinas.

 

Para ajudar na complementação alimentar a alimentação pode ser suplementada com um polivitamínico e complexo de aminoácidos. “Mas isso deve ser individualizado de acordo com sinais clínicos avaliados durante a consulta e a partir da análise de alguns parâmetros bioquímicos deve ser considerado em todos”, alerta Camila.

Já para ajudar na absorção dos nutriente Camila recomenda o fitoterápico Sweet beet TMG (beta Vulgaris) na dose de 50 a 500mg, por exemplo, melhora a absorção de nutrientes no músculo.

O ideal para uma desintoxicação, segunda a nutricionista, são de 3 a 5 dias para que o organismo volte a suas funções normais.

 

 

Revista Evoke

Acompanhe nosso instagram e veja no stories as novidades.